studiolivre.net

Notícias Policial

JOVEM É MORTO COM TIRO NA CABEÇA E MOTORISTA DE APLICATIVO BALEADO NO ULISSES GUIMARÃES

Mateus se encontrou com um homem, que cometeu o crime. E segundo Mateus teria dito que ia receber um dinheiro com o vulgo "Magnata"

JOVEM É MORTO COM TIRO NA CABEÇA E MOTORISTA DE APLICATIVO BALEADO NO ULISSES GUIMARÃES
Foto: Reprodução/Notícias Brasil
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Mais um homicídio foi registrado nesta quinta-feira, 22/09, em Porto Velho, capital do Estado de Rondônia, quando o jovem identificado como Mateus Alves Apolinário Barroso, 22 anos, foi morto com um tiro na cabeça, crime ocorrido na Rua Lira, bairro Ulisses Guimarães, na zona Leste da capital.

O motorista de aplicativo Eduardo V. R., 25 anos foi baleado no braço conseguiu ir até a UPA da zona sul, onde foi encontrado pela polícia.

Eduardo alegou aos policiais que estava parado no carro com Mateus, que seria seu amigo de infância, e que era passageiro, quando o criminoso após uma breve conversa com Mateus, sacou uma arma e atirou atingindo a cabeça da vítima que morreu no local. Ainda segundo o motorista, o criminoso atirou outras duas vezes em sua direção, sendo atingido no braço.

Ferido no braço, Eduardo fugiu em busca de socorro, depois de jogar o corpo do seu amigo Mateus para fora do carro. A pessoa que teria supostamente efetuado os disparos não foi encontrada e seria conhecida como "Magnata".

Ainda conforme o motorista de aplicativo relatou que pegou Mateus no condomínio Morar Melhor e levou Matheus até o bairro Ulisses Guimarães para pegar um dinheiro com uma pessoa.

Chegando nas proximidades de um posto de saúde, uma pessoa foi até o encontro das vítimas que levou Mateus e Eduardo até uma residência, chegando na frente da casa, Mateus se encontrou com um homem, que cometeu o crime. E segundo Mateus teria dito que ia receber um dinheiro com o vulgo "Magnata".

Eduardo o motorista de aplicativo após receber alta médica foi apresentado no Departamento de Flagrantes. Depois de ser ouvido, foi liberado.

A Policia Militar foi acionada e quando chegou encontrou o corpo da vitima ao solo já sem vida. A Pericia Técnica foi chamada junto com o rabecão, que após os trabalhos de praxe removeu o corpo ao IML.

Mateus Apolinário tinha passagem pelo sistema prisional e a policia vai investigar para prender o autor do crime e real motivação que levou a morte do jovem.

Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!