studiolivre.net

Notícias Política

"PROBLEMA NÃO É CORTAR GASTO, É SABER SE PRECISA CORTAR OU AUMENTAR ARRECADAÇÃO’

Lula questiona necessidade de cortes de gastos públicos e sugere ajustes através da arrecadação

Foto: Vinicius Schmidt/Metrópoles
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Nesta quarta-feira (26), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) solicitou uma discussão sobre a real necessidade de redução de gastos públicos no Brasil, ou se o ajuste deveria ser feito por meio da arrecadação. Essa afirmação foi dada pelo petista em entrevista ao site UOL.

“Problema não é que tem que cortar. Problema é saber se precisa efetivamente cortar ou aumentar a arrecadação. Precisamos fazer esta discussão”, disse Lula ao ser questionado sobre medidas para reduzir despesas.

O petista fez referência a supostas manchetes de jornais que sugerem gastos excessivos do seu governo e indicam um alto nível de dívida pública. Segundo Lula, essas alegações “não são verdade” e ele as comparou com outros países da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).

“Na verdade, se você pegar a média dos países da OCDE, eles gastam sempre 113% do PIB [se referindo ao indicador dívida/PIB]. Se você pegar os Estados Unidos é 123% do PIB, a China, 183%, o Japão, é 237%, a França é 112% e a Itália 137%. E o Brasil é, efetivamente, 74%, 76%. Hoje está em 76%”, afirmou o presidente.

De acordo com o petista, o Brasil realmente precisa discutir se o “gasto público” está sendo adequadamente utilizado. “Eu acho que está”, declarou.

Ele ainda fez menção à análise que o governo federal tem intenção de realizar sobre estes pagamentos.

 

Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!